27 de ago de 2013

Skyrmions: Em breve nos computadores

Os esforços para superar a tecnologia dos discos rígidos vêm-se concentrando no campo da spintrônica, usando os spins dos elétrons.
Um skyrmion é uma quasipartícula fundamental que pode ser entendida como um redemoinho magnético - seu nome é uma homenagem a Tony Skyrme, o físico teórico que previu sua existência cinquenta anos atrás.
Agora, Niklas Romming e seus colegas da Universidade de Hamburgo, na Alemanha, descobriram uma forma de transformar cada skyrmion em um bit magnético, gravando e deletando seus dados individualmente.
O alinhamento completo dos spins já é usado nos discos rígidos atuais, mas sua alteração completa é demorada e exige bastante energia.
Já os skyrmions podem ser alterados de forma mais rápida, com menos energia, usando menos inversões de spin e com uma vantagem adicional imbatível: quando eles são setados, não perdem seus dados facilmente.
O trabalho demonstra a viabilidade de usar elétrons polarizados por spin para manipular skyrmions individuais, "uma perspectiva muito interessante dadas as suas diversas aplicações em eletrônicos em nanoescala", segundo comentário da revista Science.
Isto porque, além de armazenar dados, os vórtices magnéticos podem dar origem a um novo tipo de computação.

Bibliografia:
Writing and Deleting Single Magnetic Skyrmions
Niklas Romming, Christian Hanneken, Matthias Menzel, Jessica E. Bickel, Boris Wolter, Kirsten von Bergmann, André Kubetzka, Roland Wiesendanger
Science
Vol.: 341 - 636-639
DOI: 10.1126/science.1240573

Fonte: inovacaotecnologica

Nenhum comentário:

Postar um comentário