22 de out de 2013

win8 - 1 ano depois de seu laçamento

Com o fim das atualizações do windows xp em abril de 2014, para onde irão esses usuários? win7? win8?
As empresas que ainda usam winXP dificilmente irão passar para o win8 ou 8.1, por isso tudo indica que a fatia de mercado do win7 irá aumentar e passar a barreira dos 50%,  meta que o win7 nunca alcançou devido ao sucesso do winXP.
Os números estão ai, claros e simples de se entender, o desktop não vai morrer, só diminui o seu uso e a sua queda de uso vai estabilizar, o erro da MS ao pensar que todo o mundo iria usar tablets e smartphones e que o desktop iria morrer, está-se a revelar um erro abismal por parte da Microsoft.

A politica de obrigar:
Não é uma prática exclusiva da Microsoft, mas não é desculpa para o que está errado e o que é realmente funcional para os usuários. Toda esta questão do win8, seria facilmente ultrapassada caso a MS tivesse feito o mais sensato, escutar os usuários e as empresas, facilmente iriam perceber que seria necessário duas versões do windows, uma para Desktop, e outra para dispositivos moveis com tela sensível ao toque
O resultado disso são os números em baixo, que deixam claro a realidade dos fatos, mesmo obrigando a compra com o win8, os números que sobem são os do win7.

20 de out de 2013

Horário de verão trava Chrome em Android

Uma atualização para o navegador Google Chrome está causando muita dor de cabeça nos usuários do sistema operacional Android neste domingo, 20 de outubro. Após o horário de verão brasileiro ter entrado em vigor às 0 horas, o navegador começou a travar assim que iniciado, forçando o sistema a encerrar o aplicativo.

Solução:
Nas configurações do Android, procure pela opção "Data e Hora" e desative o fuso horário automático. Então, defina o horário brasileiro manualmente. Dependendo do seu celular, é possível escolher o fuso horário de outro país (como o de Buenos Aires, na Argentina, que se encontra em GMT -3).


15 de out de 2013

AVAST perde qualidade

Só assim consegui usar o meu programa

O AVAST é um Antivirus que já teve vários altos e baixos ao longo dos anos, mas mesmo nos momentos mais baixos do passado, não se via uma demora tão grande para atualizarem a base de dados, quando os usuários enviavam vírus ou falsos positivos* (dar como vírus o que não é vírus)*  para a equipe do AVAST analisar.


Hoje tive uma situação absurda com o Avast Internet Security, em que estava a dar direto um falso positivo, impedindo assim de eu usar o programa da empresa Pixela, o Everio Media Browser 4, programa de edição de vídeo para filmadoras JVC

Mesmo criando uma regra de exceção, para que o AVAST ignorasse o programa e a DLL em questão, o AVAST ignorou a  regra criada por mim e continuou acusar como vírus, tive que reiniciar a máquina para que o avast  aceitasse a regra,  o que revela uma falha na qualidade das exclusões AVAST

A DLL fora da pasta do programa, o AVAST continuava a dar como vírus.

Fui então ao Vírus Total ver o que diziam sobre a minha DLL, e para minha surpresa o próprio AVAST não a identificava como vírus.
https://www.virustotal.com/pt/file/c40e445ca5b957f5dc9cad033dc8ebefa1e0e8ad37c0b69577fa28423454ff69/analysis/

Zangado com a situação fui procurar informação no fórum dos usuários do AVAST, e o que vi deixou-me bastante preocupado em relação à presente qualidade do antivírus AVAST.


Ao ver os comentários, percebi que o meu falso positivo, era o menor dos meus problemas

Claramente alguém não anda a fazer o seu trabalho 

A resposta ao meu problema, o AVAST está a ficar de novo uma peneira na detecção e dispara em falsos positivos(dar como vírus o que não é vírus)

Nos teste realizados pela empresa independente Av-Comparatives deste Mês, a taxa de detenção do AVAST vem a cair drasticamente

E para piorar a situação do AVAST, os falsos positivos dispararam    
(dar como vírus o que não é vírus)

Voltamos a viver um cenário terrível para quem queira usar um antivírus Gratuito, o AVIRA free tem uma boa taxa de detecção, mas fura nos falsos positivos, apresentando ainda mais falsos positivos que o próprio AVAST, eu estava a usar a versão paga do AVAST, o Internet Security 8.0.1.1497, mas para pagar por uma solução de segurança, baixei e vou testar o F-Secure, que se tem revelado um excelente Antivirus, com uma excelente taxa de detecção, pouquíssimos falsos positivos e que vem apresentando uma estabilidade no seu desempenho muito boa nestes dois últimos anos, a minha duvida em relação ao F-Secure, é o impacto em termos de desempenho que vai ter na minha máquina.

4 de out de 2013

Projeto de código aberto "digital.me" dá privacidade ao usuário

Pesquisadores europeus estão lançando um projeto open-source que pretende restituir aos usuários o controle de suas informações online.

A chamada internet social tem agradado a bilhões de pessoas, mas, até agora, não existe um recurso que permita que os usuários mantenham sua privacidade quando julgarem necessário ou conveniente.

Este é objetivo do projeto digital.me.

Financiado pela União Europeia, o projeto é resultado de um consórcio de universidades e empresas que começou a trabalhar em 2010 para criar uma tecnologia de mídias sociais que incorporasse em seu DNA o controle pelo usuário.

O sistema di.me pode operar em dois modos diferentes: como um servidor de grupo, hospedando múltiplas contas de usuário, ou como um servidor de um único usuário, que pode ser executado no computador pessoal.

Mais informação: Inovação Tecnologica

2 de out de 2013

Planos 3G no celular: serviço caro e ruim


A PROTESTE fez um rápido levantamento das tarifas dos principais planos com e sem Internet e a mesma quantidade de minutos oferecidos pelas quatro maiores operadoras, nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Para que se possa ter uma ideia do prejuízo que se tem ao contratar um plano 3G e não poder usar.

O estudo avaliou as conexões de celular em 5 mil km de estradas e cidades brasileiras, com resultados péssimos em todas as operadoras.

Os preços
Na Claro, a diferença pode ser de até R$ 100, já que o plano sem dados custa R$ 69 (Claro Mobi) e o com 5G de dados (Claro Online) custa R$ 169. Na Tim, o plano Tim Liberty+50, sem dados, sai por R$ 49, e o Tim Liberty Web 600 MB por R$ 83,90, são R$ 34,90 a mais na conta. Com a Vivo, a diferença entre os planos com e sem dados é de R$ 40: o plano Você Ilimitado (sem dados e com 60 minutos de ligação) sai por R$ 59, e o plano Smartphone Ilimitado 3GPlus com pacote de dados de 1G tem custo mensal de R$ 99.

Mais informação, aqui no site da PROTESTE